Stop Capitalismo!!!

By: Carolynne Péres

Artigo- STOP capitalismo

 Meio-ambiente

Meio-ambiente

Por mais evoluído que seja o ser humano, sua dependência do meio ambiente é inquestionável. É possível subtrair todas as fontes de nossa sobrevivência.

Em tempos remotos, quando a caça e a pesca eram destinadas a subsistência da espécie, a natureza conseguia viver em harmonia com os homens. Seja na caça de animais, na utilização de peles como proteção ao frio, no uso do solo como gerador de alimentos, o meio ambiente se fez e ainda se faz útil.

 Mas, há um detalhe a ser destacado: o meio ambiente continua o mesmo, o homem, não. O progresso da humanidade a partir da Revolução Industrial trouxe mais aspectos contrários do que favoráveis à raça humana. Como pontos positivos, podemos citar a investida em pesquisas que resultaram na criação de vacinas e tratamentos médicos, erradicando assim doenças que matavam milhares de pessoas por ano em todo o mundo, como malária, tuberculose e pneumonia; e a facilitação da comunicação mundial, sendo irrelevante a distância entre estados, países ou continentes.

Pelo lado negativo da evolução humana, podemos citar a adoção de uma política capitalista, que tende ao consumismo exacerbado e à exploração descontrolada dos recursos naturais, que contribuem para os desequilíbrios naturais, o que pode resultar em enchentes, desmoronamentos, queimadas, enfim, profundas alterações climáticas.

Além de prejudicar o meio ambiente, o homem também consegue prejudicar à própria espécie. O melhor exemplo é o desenvolvimento e o uso de armas de guerra de destruição em massa, por meio do qual, um simples equipamento eletrônico é capaz de dizimar milhares de vidas. Mas isso não há de ser resolvido pela natureza, já que as maiores guerras mundiais até o momento tiveram como motivos conflitos entre vertentes ideológicas ou problemas econômicos.

Em uma dessas guerras, conhecida como Guerra Fria, venceu a teoria que hoje nos leva a rápida destruição do meio ambiente: o capitalismo. Não estamos julgando se tal ideologia seria melhor que outra, mas sim analisando apenas os resultados da frente vitoriosa.

O capitalismo trouxe consigo o consumismo, e, com ele, a produção em larga escala das indústrias, que passaram a produzir em um ritmo acelerado e contribuir para a emissão de gases poluentes e o aquecimento global.

Consumir tornou-se uma doença da humanidade moderna, na qual ter o necessário para sobreviver não é mais o objetivo. Ameta é satisfazer os sonhos. A Pirâmide de Maslow descreve bem em que grau chegou à sociedade. Tendo preenchido os princípios básicos e suprido as necessidades fisiológicas, de segurança e sociais, o homem passou a buscar a realização de seus desejos, onde estão intrínsecas a compra insaciável e a vontade de consumir.

Faz pouco tempo que alguns especialistas despertaram a importância da natureza, embora todos saibam disso. Com a perspectiva de continuar a produção sem que haja a perda de clientes, muitas empresas hoje aderiram ao slogan de empresa socialmente responsável, onde elas se dispõem a não prejudicar o meio ambiente e a investir em programas de melhoria ambiental.

Mesmo com o mau tratamento despendido pelos humanos à natureza, ainda assim, ela continua buscando uma brecha para sobreviver em meio a toda urbanização. Se dermos a oportunidade, a natureza caminhará a nosso favor e fará de tudo para garantir a existência de mais e mais gerações futuras.

  By: Carolynne Péres ®

 

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: